Notícias

19 set 2019

ROTEIRO LGBT+ DO CARNAVAL 2019 EM BELO HORIZONTE

OS MELHORES ROLÊS PARA O PÚBLICO LGBT CURTIR O CARNAVAL 2019 NA CAPITAL MINEIRA

Nos últimos 5 anos o Carnaval de Belo Horizonte cresceu e ganhou relevância exponencial. A estimativa de público para 2019 é de 4,6 milhões de foliões, volume 20% superior ao ano passado. Hoje a festa movimenta milhões entre hotelaria, alimentação e transporte; O que muita gente não sabe é de sua origem política: o carnaval de BH nasceu da reivindicação de pautas sociais e identitárias, além de protestos voltados à Prefeitura da Capital mineira. Este terreno fértil germinou e vários novos blocos surgiram defendendo suas pautas.

Selecionamos alguns blocos seguros e recomendáveis para o folião LGBTQ+ que vão desfilar em 2019.

 PRÉ-CARNAVAL

23/02 – Backstreet Bloco (11h)
Praça Comendador Negrão de Lima, Floresta

Para matar a nostalgia do pop que marcou nossa adolescência, o bloco promete reviver os hits dos anos 90 e 2000. Ou seja: prepare-se para soltar a garganta ao som de Britney Spears, Michael Jackson e Spice Girls.

24/02 – Trio @bsurda (12h)
Praça da Estação, Centro

Ainda na levada do Pop, a @bsurda comemora seus 10 anos de música, dança e celebração da diversidade. O trio que arrasta multidões e já se consolidou na parada LGBT da cidade, conta dessa vez com o apoio do serviço HomoDriver. A trilha? O melhor do pop nacional e internacional de todas as épocas.

25/02 – Lua de Crixtal (19h)
Praça México, Concórdia

O tributo à eterna Rainha dos Baixinhos chega à sua segunda edição. A proposta do Lua de Crixtal é relembrar os clássicos de Xuxa Meneghel ao som da bateria, com direito à performance circense. Tudo fica ainda mais bonito com a presença da rainha de bateria, Cristal Lopez, renomada ativista transgênero da capital.

Caraca, que calor.... A eterna Rainha dos Baixinhos será homenageada durante o pré-carnaval da capital mineira. Vamos beber bastante líquido! (Foto: Divulgação)
Caraca, que calor.... A eterna Rainha dos Baixinhos será homenageada durante o pré-carnaval da capital mineira. Vamos beber bastante líquido! (Foto: Divulgação)

 SEXTA 01/03

Tchanzinho Zona Norte (18h)
Rua Conselheiro Galvão, 120, Santa Rosa

Para descentralizar o Carnaval de BH, o bloco leva milhares para a zona norte da cidade. O cortejo homenageia o É o Tchan, com os hits que marcaram a virada dos anos 2000. Este ano, o bloco promete responder os gritos de “Vai pra Cuba” com homenagens ao “Caribe socialista”.

Com homenagem a um dos maiores grupos dos anos 90, Tchanziho Zona Norte leva a mistura do Brasil com Cuba pras ruas de BH (Foto: Divulgação)
Com homenagem a um dos maiores grupos dos anos 90, Tchanziho Zona Norte leva a mistura do Brasil com Cuba pras ruas de BH (Foto: Divulgação)

 SÁBADO 02/03

Então Brilha (5h)
Rua Curitiba, 8, Centro

“Gente é pra brilhar” é o lema do bloco que enche o centro de rosa e dourado. A história do Então Brilha se confunde com a do próprio carnaval de BH e reúne uma multidão antes mesmo de o sol nascer. O repertório homenageia o axé baiano, com clássicos de Olodum, Daniela Mercury, Bell Marques etc.

MASTERp la n o (15h)
Rua Mato Grosso, 580, Barro Preto

Música eletrônica, performance e ocupação do espaço público. A festa que sempre acontece em lugares inusitados, como galpões e construções desativadas, promete levar as clubbers ao delírio no sábado de Carnaval. O lineup é comandado por uma seleção de DJs que misturam todos os tipos de música eletrônica numa vibe que é pura epifania.

Tradicional no carnaval mineiro, o Então Brilha espalha glitter e desbunde pelo centro de BH (Foto: Livia Rios | Reprodução Facebook)
Tradicional no carnaval mineiro, o Então Brilha espalha glitter e desbunde pelo centro de BH (Foto: Livia Rios | Reprodução Facebook)

 DOMINGO 03/03

Alô Abacaxi (15h)
Av. Augusto de Lima com Av. Barbacena, Barro Preto

“Ninguém solta a mão de ninguém.” O bloco que veste os foliões de frutas propõe formar um pomar de gente, cantando contra toda forma de opressão. O Alô Abacaxi aposta no “tropicaxismo”, com músicas de Caetano, Gil, Bethânia, O Mutantes e muita Tropicália.

Alô, Abacaxi leva salada de frutas do "tropicaxismo" para as ruas de BH (Foto: Reprodução Instagram | @AloAbacaxi)
Alô, Abacaxi leva salada de frutas do "tropicaxismo" para as ruas de BH (Foto: Reprodução Instagram | @AloAbacaxi)

 SEGUNDA 04/03

Eu Avisei (16h)
Rua Sapucaí, 320, Floresta

O nome é autoexplicativo, mas não custa explicar: o bloco nasceu como provocação ao novo governo. Com marchinhas criativas e protestos tragicômicos, ele promete ser um ato de resistência ao conservadorismo. “Um grande acordo nacional, com o povo, com todos…”.

.Garotas Solteiras (13h)
Av. Olegário Maciel, 1985, Lourdes

Onde a bateria encontra as divas pop. Garotas Solteiras é um grito pela liberdade e close certo. O bloco mistura artistas nacionais e internacionais e canta de Linn da Quebrada a Beyoncé. Em 2019, a homenageada será Lady Gaga, o que já dá uma prévia dos looks que podemos esperar.

Fazendo a alegria das pocs mineiras, Garotas Solteiras irá homenagear a futura vencedora do Oscar Lady Gaga durante seu desfile de 2019 (Foto: Aline Resende | Reprodução Facebook)
Fazendo a alegria das pocs mineiras, Garotas Solteiras irá homenagear a futura vencedora do Oscar Lady Gaga durante seu desfile de 2019 (Foto: Aline Resende | Reprodução Facebook)

Corte Devassa (14h)
Rua Sapucaí, 571, Floresta

Um grito contra a caretice e uma homenagem a todas as devassas da história. O bloco que é pura expressão artística reúne Marias Antonietas e Carlotas Joaquinas ao som de hits brazucas. Criada por amigos do teatro, a Corte Devassa convida todo mundo a apertar o espartilho, jogar a ciroula no chão e se jogar sem medo.

Corte Devassa mistura o glitter com pó de arroz durante a folia mineira (Foto: Reprodução Facebook)
Corte Devassa mistura o glitter com pó de arroz durante a folia mineira (Foto: Reprodução Facebook)

 TERÇA 05/03

Juventude Bronzeada (7h)
Av. Assis Chateaubriand, 127, Floresta

A esquerda festiva se une a favor da liberdade, do amor e do bronze. O Juventude é um dos blocos mais tradicionais da cidade e, mesmo tendo arrastado 75 mil foliões ano passado, não se abriu para patrocínio de grandes marcas. Ao som de marchinhas e axé, o Juve se orgulha da sua diversidade e canta pra quem quiser ouvir: #Elenão.

Mientras Dura (16h)
Rua Araxá, 580, Colégio Batista

“Desfrute enquanto durar”. Este é o tema da festa que é pura psicodelia. Conhecida pelas performances incríveis e pelo techno impecável, o Mientras sai pela primeira vez no Carnaval. Para isso, os organizadores criaram uma financiamento coletivo com várias recompensas, que vão de bottons a uma oficina de descotecagem. Para participar, é só clicar aqui.

Juventude Bronzeada faz a alegria da esquerda festiva no último dia oficial de carnaval (Foto: Aline Resende | Reprodução Facebook)
Juventude Bronzeada faz a alegria da esquerda festiva no último dia oficial de carnaval (Foto: Aline Resende | Reprodução Facebook)

Anderson Araújo

ANDERSON ARAÚJO

Publicitário, Anderso nasceu no interior de Minas e se apaixonou por Belo Horizonte, onde vive há 8 anos. Se interessa por comportamento, fotografia e toda forma genuína de expressão.

SE LIGA NELE: INSTAGRAM