Notícias

27 jun 2019

ROTEIRO LGBT+ DO CARNAVAL 2019 EM RECIFE E OLINDA

OS MELHORES ROLÊS PARA O PÚBLICO LGBT CURTIR O CARNAVAL 2019 NO NORDESTE

 EU ACHO É POUCO 

O tradicionalíssimo “Eu Acho É Pouco” pulsa vermelho como sangue pelas veias de Olinda. Declaradamente esquerdista, o bloco foi fundado em 1976 por um grupo de amigos com alvo certo: a ditadura militar.

Com o resultado das últimas eleições, dá pra sacar que este ano é de grande significado para os organizadores e foliões que lotam a cidade alta. Para se ter uma ideia, os eleitores de Jair Bolsonaro fizeram uma tentativa de boicote ao bloco, que resultou em inúmeros (sempre eles) memes entre os pernambucanos. Algumas páginas chegaram a fazer chacota, alegando que o boicote proporcionou a melhor prévia do bloco em anos.

Durante o carnaval, o bloco desfila em dois dias: no Sábado de Zé Pereira (02/03) e na Terça Gorda (05/03), com concentração às 16h e saída as 17h na Praça dos Milagres.

"Eu acho é pouco" deve chegar com tudo para transformar Olinda em Ursal durante o carnaval deste ano (Foto:: Reprodução Instagram | @EuMarceloLacerda)
"Eu acho é pouco" deve chegar com tudo para transformar Olinda em Ursal durante o carnaval deste ano (Foto:: Reprodução Instagram | @EuMarceloLacerda)

 ODARA

As festas da Golarrolê já se tornaram tradicionais para o público LGBT+ de Recife. Tanto que os ingressos para a Odara, sua festa mais conhecida, esgotaram e eles simplesmente decidiram que este ano irão realizar DUAS edições do rolê durante o carnaval.

Tem gente que amou, tem gente que tá rindo e debochando, mas fato é que a brasilidade do evento bota todo mundo pra se jogar à beira do Rio Capibaribe, no Espaço Catamaran.

Conhecida por manter o espírito carnavalesco ao longo do ano inteiro, a edição de Carnaval da Odara é sempre colocada no pedestal como a melhor, porque é quando o público se desmancha de verdade e vira uma total confusão de cores, glitter e fantasias.

As edições acontecem no sábado (02/03) e na segunda (04/02).

Back by popular demand: Odara terá edição dupla no carnaval deste ano (Foto: Reprodução Instagram | @LaraValenca1)
Back by popular demand: Odara terá edição dupla no carnaval deste ano (Foto: Reprodução Instagram | @LaraValenca1)

 BUMBA MEU BOWIE 

O carnaval pernambucano costuma ser extremamente bairrista, ressaltando suas raízes culturais acima de tudo. Mas a ousadia é a marca mais forte desse povo e, pelo quarto ano, teremos mais um desfile de irreverência do “Bumba Meu Bowie”, inspirado na arte de David Bowie.

Este ano, o bloco sai em conjunto com o Maracadonna, que homenageia a Rainha do Pop e está previsto para o sábado de carnaval às 16h, com concentração na Praça do Jacaré, em Olinda.

O domingo de carnaval terá dobradinha do pop com Bumba Meu Bowie e Maracadonna (Foto: Juliano da Hora | Reprodução)
O domingo de carnaval terá dobradinha do pop com Bumba Meu Bowie e Maracadonna (Foto: Juliano da Hora | Reprodução)

 REC-BEAT 

O festival, que reúne inúmeras atrações ao longo de todas as noites do carnaval, nasceu em 1993, durante a explosão cultural recifense – e até hoje é definido como o polo cultural mais diverso do carnaval pernambucano.

Pluralidade é A PALAVRA que define o Rec-Beat: sobem ao palco artistas ascendentes e veteranos, locais e internacionais, jovens e idosos, do frevo ao rock, do eletrônico ao recente brega-funk. Todos os gostos se encontram ali, à beira do Rio Capibaribe.

E é nessa pluralidade que o público LGBT+ encontra seu espaço. Ano passado, por exemplo, Johnny Hooker brilhou como uma das principais atrações. Esse ano, ninguém menos do que Pabllo Vittar vai se apresentar e fazer as pontes da cidade tre-me-rem com o poder da buzina!

O Rec-Beat acontece no Cais da Alfândega, no Recife Antigo, do sábado à terça de carnaval.

Festival Rec-Beat promete lotar as margens do Rio Capibaribe durante todas as noites de Carnaval (Foto: Ariel Martini | Divulgação)
Festival Rec-Beat promete lotar as margens do Rio Capibaribe durante todas as noites de Carnaval (Foto: Ariel Martini | Divulgação)

 BLOCO DO AMOR MARGINAL 

Com inspiração no cantor recifense Johnny Hooker, o Bloco do Amor Marginal terá sua primeira edição no carnaval deste ano e chega pra derrubar tudo em Olinda: além de Hooker, estão confirmadas as presenças de Liniker, Romero Ferro e Michele Melo.

Johnny já vinha batendo na tecla dos poucos convites para se apresentar no carnaval de Recife. Em 2017, ele criticou (com razão) o fato da banda Jota Quest ser headliner do maior pólo de apresentações do carnaval, o Marco Zero, e ele sequer ter sido chamado – ainda mais considerando que ele é de Recife e que sua música incorpora muito dos ritmos carnavalescos.

Tiago Pareja, um dos produtores responsáveis pelo evento, conta que esse foi um dos motivos iniciais para que a ideia surgisse. Junto com Rodrigo Porto e Ana Giza – que, diga-se de passagem, é uma mulher trans -, ele formou o Pólo das Olandas, no Varadouro, onde pretende exaltar artistas pernambucanos durante os quatro dias de festa.

O Bloco do Amor Marginal acontece na Terça Gorda (05/03), das 11h às 17h, com open bar que inclui até cerveja artesanal. Vai ser BAPHO.

Johnny Hooker fará a estreia do Bloco do Amor Marginal na folia de Olinda durante a terça de carnaval (Foto: I Hate Flesh | Divulgação)
Johnny Hooker fará a estreia do Bloco do Amor Marginal na folia de Olinda durante a terça de carnaval (Foto: I Hate Flesh | Divulgação)

 RUA 13 DE MAIO

Pegação? Aqui. Pinta? Aqui. Lésbicas? Aqui. Gays? Aqui. Bissexuais? Aqui. Transexuais? Aqui. Purpurina? Aqui. Seminudez? Aqui. Suor? Aqui. Beijo quádruplo? Aqui. Lingerie? Aqui. Galhofa? Aqui. Cerveja latão 3 por 10? Aqui. Putaria? Aqui. Baixaria? Aqui. Looks extravagantes? Aqui. Looks cafonas? Aqui.

Não é o posto Ipiranga, mas se tá em dúvida de onde ir, vá pra Rua 13 de Maio que não tem erro. O verdadeiro ponto de encontro do Carnaval LGBT+? Aqui.

Na dúvida, é só dar um rolê pela 13 de maio que a diversão é garantida (Foto: Arquimedes Santos | Reprodução)
Na dúvida, é só dar um rolê pela 13 de maio que a diversão é garantida (Foto: Arquimedes Santos | Reprodução)

 THE WEEK ON THE ROAD

A The Week aporta em Recife nos dias 02 e 04/03 com seu projeto “On The Road”, produzindo festas no espaço Itaipava Catorze. Voltada mais para o público de música tribal eletrônica (bem ao estilo Las Bibas From Vizcaya), a festa é conhecida por exaltar corpos sarados e promete dançarinos caracterizados no palco.

Bernardo Remus

BERNARDO REMUS

Recifense com espírito de artista, formou-se em Publicidade pela UFRJ e, em parceria com João Ker, ajudou a trazer a Híbrida à vida. Trabalha também como Ilustrador, Designer Gráfico e Editor Audiovisual; vive pintando o próprio rosto, ama dar close em buatchy e manda mensagens constantes dizendo que precisa rebolar.

SE LIGA NELE: FACEBOOK INSTAGRAM | TWITTER