Notícias

17 set 2021

ROTEIRO LGBTQ DO CARNAVAL 2020 EM SALVADOR

 DANIELA MERCURY E O CROCODILO 

A Rainha do Axé passa pela avenida no domingo com o primeiro dia do Bloco Crocodilo, criado em 1985 e que ela ajudou a transformar em sinônimo de resistência para LGBTs. Espere a animação divina e sobrenatural de Daniela por horas a fio, clássicos da axé music e discursos de empoderamento, ingredientes infalíveis e certeiros nas apresentações da baiana.

O trio sai no domingo (23) e na segunda (24) de carnaval, com abadás variando entre R$300 e R$500 (compre aqui).

BLOCO DOS MASCARADOS 

Um dos principais e primeiros blocos com concentração de público majoritariamente LGBT, o tradicionalíssimo Mascarados dá início à folia já na quinta feira, com seu cortejo imperdível no circuito Barra-Ondina.

Neste ano, Margareth Menezes é a atração principal e volta a puxar o bloco pelo segundo ano consecutivo. Em sua 21ª edição, Os Mascarados são a melhor pedida para o primeiro dia oficial do Carnaval 2020 (e o melhor: de graça).

margareth

BECO DAS CORES

Durante os dias de carnaval, próximo ao Farol da Barra, o local que é conhecido como Beco do Off, na esquina entre a Rua Dias D’Ávila e Av. Oceânica, contará com uma programação especial de badalação para todxs LGBT+. Recanto tradicional e um dos primeiros para a folia LGBT soteropolitana, o Beco das Cores é sempre uma pedida certa para quem não perde o fervo.

BLOCO DA PABLLO

Depois de ter estreado em 2018 no carnaval de Salvador (como contamos aqui), Pabllo Vittar leva seu bloco para a capital baiana pelo terceiro ano consecutivo na segunda-feira (24), pelo circuito Barra-Ondina. Espere ouvir todos os sucessos da gata, encontrar uma concentração impressionante de LGBTs por metro quadrado e figurinos de tirar o fôlego.

“Estou ansiosa e muito feliz em poder cantar mais uma vez para tantas pessoas em cima de um trio. Eu amo o Carnaval e o meu bloco é marcado pela alegria, descontração e por ser um lugar onde cada um é livre para ser o que quiser”, comentou o anjo em forma de drag.

Pabllo Vittar leva seu bloco pra Salvador pelo 3º ano consecutivo (Foto: Divulgação)
Pabllo Vittar leva seu bloco pra Salvador pelo 3º ano consecutivo (Foto: Divulgação)

SAN FOLIA

Enquanto a pipoca de Salvador consegue abranger héteros e LGBTs dentro e fora da corda, as atrações voltadas específica e abertamente para o nosso público têm ficado a cargo dos trios da San Folia, que pertence aos donos da San Sebastian.

O preço é salgado (varia de R$ 150 a R$780 por dia), mas as atrações são o suprassumo do carnaval baiano: Daniela Mercury, Ivete Sangalo com o Coruja, Claudia Leitte com a 3ª edição do Blow Out e Alinne Rosa n’O Vale lideram o ano.

CARLA PEREZ E O ALGODÃO DOCE

O bloco puxado por Carla Perez é infantil no papel, mas sempre arrasta uma multidão de pocs nostálgicas pelos hits da infância viada, tudo sempre em clima família. Em 2020, a pipoca comemora seus 20 anos e conta com participações tão inusitadas quanto divertidas, como dos palhaços Patati Patatá. A saída é gratuita às 11h do sábado (22) e do domingo (23), no Campo Grande, circuito Osmar.

BLOCO DA PRETA/2222

Filha honorária e literal da Bahia, Preta Gil põe seu tradicional bloco na rua, mais especificamente no circuito Barra-Ondina, às 18h da sexta-feira, 21. O tema deste ano, o 4º que ela sai por Salvador, é “Mulheres que inspiram”, e ela promete que ele vai aparecer em cima do trio, no figurino, no repertório e até nos sinais de fogo.

preta-gil-credito-alex-santana-5

BÔNUS

Para as manas que não querem comprometer o orçamento, é sempre imperdível também ver o Ilê Ayê passar, mais especificamente na Ladeira do Curuzu, às 21h do sábado. No mesmo dia, As Sapatonas também passam pelo Circuito Osmar espalhando muito cheiro de couro pela cidade.

Outras atrações icônicas no circuito soteropolitano são Olodum, Bloco Afro e os Filhos e Filhas de Gandhy.

Renan Dutra

RENAN DUTRA

Graduando em Audiovisual e Estudos de Gênero e Diversidade. Sul mato-grossense de origem, nômade brasileiro na prática.

INSTAGRAM