Notícias

17 set 2021

ROTEIRO LGBTQ DO CARNAVAL 2020 EM BRASÍLIA

POR JOÃO KER

Mostrando que, quando quer, a política e o carnaval andam de mãos dadas pra lotar as ruas com uma manifestação cultural democrática, plural e legítima, Brasília terá a primeira edição do Carnaval de Todas as Cores, espécie de festival de blocos voltados ao público LGBTQ com mais de 21 atrações espalhadas pelos cinco dias do feriado.

A programação completa inclui opções que vão da celebração da cultura drag ao empoderamentos de mulheres LesBi passando até a adoração por Lady Gaga e várias estreias promissoras na cena brasiliense. Apoiado pela Associação Artística Mapati com apoio do IMAC, da Sala Produções e da campanha Folia Com Respeito, o projeto só foi possível graças à ajuda de uma emenda parlamentar de R$ 435 mil cedida pelo deputado distrital Fábio Félix (PSOL).

Em 2018, logo após ter se elegido na mesma votação que colocou Jair Bolsonaro na Presidência, Félix falou com a Híbrida que seu mandato seria “um espaço que luta pelos direitos humanos, com atenção especial às questões da população LGBT”. Ao empregar profissionais LGBTQs e dar visibilidade a uma cultura que historicamente precisa lutar para se manter de pé com migalhas, é difícil não ver que ele tem se esforçado pra isso.

E, bom, como raramente temos esse nível de atenção destinada à comunidade LGBTQ durante o carnaval (um dos principais motivos para estarmos em nossa 3ª edição especial dedicada ao tema), a Híbrida vai pular dessa vez o crivo habitual que faz nas programações.

Abaixo, jogamos na roda todas as atrações confirmadas para a folia em Brasília, enquanto aplaudimos a iniciativa e inteligência de reconhecer não só uma oportunidade econômica, mas também uma demanda social e cultural desse público.

CARNAVAL, sex (21/2) 

Bloco do Prazer: Praça dos Prazeres (201 Norte), de 18h às 23h
O bloco se inspira na alegria da música brasileira em uma mistura rítmica democrática e revolucionária. Quem puxa o desfile é a DJ e artista performática Karla Testa e a DJ e designer Mica Brega. Em 2020, segue sua tradição de convidar artistas que estão fervendo no cenário musical brasiliense.

Bloco das Gloriosas: Esplanada

Bloco Vai Ter Auê: Setor Carnavalesco Sul (SCS)

CARNAVAL, sáb (22/2) 

Bloco Elas que Lutem: Setor Carnavalesco Sul, 16h
Um bloco de Carnaval feito de brilho, com a missão em promover conexões entre diversão e consciência. Um espaço para compartilhar leveza, acolhimento, respeito, confiança e sustentabilidade. Elas que Lutem é seguro e acolhedor, livre de LGBTQIfobia, racismo, gordofobia, capacitismo ou elitismo.

Bloco LIMBO: Setor Comercial Sul, Quadra 5
Limbo é um coletivo de produção multimídia, que fricciona cultura e entretenimento. Suas produções apresentam música, performance vanguardista, instalação artística e cenografia. Há três anos as intervenções são realizadas de forma independente e de maneira espontânea e coletiva. Ouça apresentações musicais para transmissão na web

LGBTS Folia: Feira Permanente da Cidade Ocidental, às 15h
O irreverente e animado bloco da diversidade, o LGBTS Folia nasceu para colorir a maior festa popular do DF. Atrações surpresa e DJs da cidade irão comandar a festa.

REBU – O Bloco Sapatão:  Estacionamento 4 do Parque da Cidade, às 15h
O Bloco mais sapaTÔMICO toma as ruas da cidade pelo segundo ano consecutivo e com novidade – a Banda REBU. Além de DJs e muito velcro, tem aquele rebuceteio, porque no universo da brejolândia – rebu é sagrado. O convite é pra chamar as “crush” tudo e os lemas são: Folia sempre com respeito e Não é não.

Triângulo das Brejeiras: Estacionamento 4, do Parque da Cidade, de 9h às 15h
Mais uma estreia no carnaval de Brasília, o bloco feminista Triangulo das Brejeiras aposta em programação descontraída e com pegada jovem. Realizada pelo coletivo de mulheres TinderBeer, o bloco quer marcar historia no carnaval da cidade com muita cor, diversão e irreverencia.

Vou Embora com Circo: Setor Carnavalesco Sul, 9h
Plural, inclusivo, circense, diurno, performático e malabarístico, o bloco é conduzido por artistas e acolhe as famílias LGBTQIA+. Diurno, a folia ocupa a rua com performances circenses apresentadas nos semáforos, lonas e palcos abertos.

As Leis de Gaga: Setor Carnavalesco Sul

Leds Go Gay: Setor Carnavalesco Sul

CARNAVAL, dom (23/2) 

Vai Virado Viado: Setor Comercial Sul, de 5h às 12h
Autointitulado como o “primeiro bloco after de Brasília” – surgiu em 2019 para reconhecer o crescimento e o potencial da cena eletrônica underground na capital federal. Com inspiração no Carnaval de São Paulo e do Rio, onde tradicionalmente a folia alternativa nunca dorme, a ideia do VVV é oferecer uma opção segura e conceitual para quem quer estender a festa até mais tarde. Além disso, tem como objetivo dar protagonismo para a comunidade LGBT, homenageando-a tanto por sua contribuição à cultura carnavalesca do Brasil como à cultura clubber do techno, house, electro e suas vertentes.

Montadas – O Bloco da Diversidade (com Pepita): Setor Bancário Norte
M-O-N-T-A-Ç-Ã-O é construir, unir partes, ora iguais, ora diferentes e é isso que propõe o Distrito Drag, coletivo que organiza o bloco. Não importa cor, sexo, aparência, religião, todes são bem-vindes a construir o bloco que reúne as diversidades de Brasília. O bloco é espaço para ser Drag pela primeira vez e para quem já arrasa na montação com cores, plumas, perucas, cílios e muita maquiagem.

Bloco do Delírio: Setor Carnavalesco Sul

CARNAVAL, seg (24/2) 

Bloco Vai, que Cola: Praça dos Prazeres (201 Norte), às 14h44
Nasceu em 2019 com o intuito de abarcar a diversidade afetiva e corporal de linguagens artísticas e culturais do DF. Idealizado e produzido por duas lésbicas gordas, o bloco, leva a visibilidade sapatão para as vias carnavalescas do cerrado. Preza pelo surgimento de um ambiente de diversidade musical e partilha consenso, afetos e rechaça o racismo, LGBTQIA+ Fobia e gordofobia.

Rainhas do Babado: Praça dos Prazeres (201 Norte)

Sereias Tropicanas: Setor Carnavalesco Sul

Bloco das Barbadas: Setor Carnavalesco Sul

Bloco da Preta: Esplanada

CARNAVAL, ter (25/2) 

LGBTS Folia: Praça do Cine Itapuã, às 15h
O irreverente e animado bloco da diversidade, o LGBTS Folia nasceu para colorir a maior festa popular do DF. Atrações surpresa e DJs da cidade irão comandar a festa.

Bloco das Caminhoneiras: Estacionamento 4, do Parque da Cidade
A comunidade de lésbicas ganha mais bloco. Satirizando um termo atribuído a mulheres lésbicas, o bloco das Caminhoneiras realizara estreia com programação toda composta por mulheres lésbicas e bissexuais e promete além das tradicionais marchinhas (não-sexistas), um mix musical que vai do pop, rock ao funk e axé.

Gregos & Goianos: Estacionamento 4, do Parque da Cidade

Bloco Pop Up Drag: Setor Carnavalesco Sul

João Ker

JOÃO KER

Mineiro de nascença e carioca de alma, João é formado em jornalismo pela UFRJ e já trabalhou para veículos como The Intercept, Canal Futura, Jornal do Brasil, Sony e Yahoo antes de realizar seu sonho com a Híbrida. Hoje, se divide entre a rotina de repórter no Estadão e a revista.

Facebook Instagram | Twitter