Notícias

17 set 2021

ROTEIRO LGBTQ DO CARNAVAL 2020 EM RECIFE E OLINDA

PRÉ-CARNAVAL, dom (16/2)

Pra quem já está em Recife ou vai chegar mais cedo, o carnaval começa com as melhores prévias. No domingo de pré, o Palco Frei Caneca traz o projeto Pérolas Negras, com sambistas negras e atrações como Luedji Luna com DJ paulista Nyack, Orquestra Malassombro e Mestre Anderson Miguel. O show é gratuito e acontece na Praça do Arsenal, no Centro do Recife, a partir das 18h.

Luedji Luna é atração confirmada no pré-carnaval do Palco Frei Caneca (Foto: Divulgação)
Luedji Luna é atração confirmada no pré-carnaval do Palco Frei Caneca (Foto: Divulgação)

 EU ACHO É POUCO , sáb (22/2)

Mais uma vez, o dragão vermelho e dourado do Eu acho é pouco acenderá o fogo dos foliões que vão para Olinda em 2020. O bloco, um dos maiores da cidade, promete encher as ruas na tarde do sábado de Zé Pereira e na manhã da terça gorda (25/02)!

Esquerdista como suas cores, o bloco foi fundado por um grupo de amigos como uma válvula de escape contra a ditadura, e acabou tornando-se ícone no carnaval de Pernambuco.

A diversidade é uma das bandeiras levantadas pelo evento que, durante seus cortejos, reúne todos os tipos de pessoas, com respeito e celebração às diferenças.

'Eu acho é pouco' colore as ruas da cidade de vermelho (Foto: Prefeitura de Olinda)
'Eu acho é pouco' colore as ruas da cidade de vermelho (Foto: Prefeitura de Olinda)

MARACADONNA, sáb (22/2)

Em 2019, contamos aqui do Bumba Meu Bowie, bloco que homenageia a irreverência de David Bowie e desafia a tradição local ao misturar frevo com música internacional e pop. Agora, o Maracadonna traz os sucessos da Rainha do Pop para um segundo ano arrastando Madonna pelas ruas de Olinda, depois de uma ótima estreia ao lado do Bumba. Em sua 2ª edição, o bloco promete crescer ainda mais no sábado de carnaval.

'Maracadonna' é o encontro perfeito entre a Rainha do Pop e o frevo (Foto: Divulgação)
'Maracadonna' é o encontro perfeito entre a Rainha do Pop e o frevo (Foto: Divulgação)

 REC-BEAT

Comemorando seu 25º aniversário, o palco é um dos pontos principais no carnaval pernambucano e sempre um dos que mais investe em diversidade no line-up.

A curadoria da produção percorre ritmos, gerações e nacionalidades de artistas, reunindo foliões abertos a novas experiências musicais no Cais da Alfândega, à beira do Rio Capibaribe e durante todas as noites de carnaval.

Para 2020, as atrações são Liniker e os Caramelows, Johnny Hooker, Karina Buhr, Emicida, Josyara, Ana Frango Elétrico e Hot & Oreia.

Johnny Hooker Híbrida
Johnny Hooker é atração confirmada no Rec-Beat 2020 (Foto: Revista Híbrida| Murilo Yanamaka)

 CARNAVRAU GOLARROLÊ

Sempre sucesso entre o público LGBTQ, a Golarrolê mantém este ano sua já tradicional trinca de carnaval: as festas Maledita (23/02), Brega Naite (25/02) e, a nossa favorita, Odara Ôdesce (24/02) – que precisou de DUAS edições para atender à demanda do ano passado.

Prepare seu look mais baphônico, porque é na Odara que as pernambucanas se puxam na fantasia pra arrasar – mesmo que todo mundo termine a festa derretido de tanto dançar.

'Odara Ôdesce' é a mais pedida no Carnavrau Golarrolê (Foto: Divulgação)
'Odara Ôdesce' é a mais pedida no Carnavrau Golarrolê (Foto: Divulgação)

 RUA 13 DE MAIO, todos os dias

É o principal ponto de encontro LGBTQ em Olinda. Na Treze, acontece de TU-DO. Tudo mesmo. Jogação sem pudores, pegação sem receios, blocos passando, todo tipo de música tocando e bonecões atravessando a multidão, enquanto todo mundo faz valer o festival da carne.

Só um aviso: se você não curte ficar imprensadinho contra os milhares de corpos quentes debaixo do sol, não é aqui que você deve ir. É muito cheio mesmo! Quem vier, traga só o necessário (na doleira ou na pochete!), abuse do protetor solar e se hidrate muito, porque o latão de cerveja é no famoso esquema 3 por 10!

Treze de Maio é ponto certo o carnaval inteiro (Foto: Prefeitura de Olinda)
Treze de Maio é ponto certo o carnaval inteiro (Foto: Prefeitura de Olinda)

Bernardo Remus

BERNARDO REMUS

Recifense com espírito de artista, formou-se em Publicidade pela UFRJ e, em parceria com João Ker, ajudou a trazer a Híbrida à vida. Trabalha também como Ilustrador, Designer Gráfico e Editor Audiovisual; vive pintando o próprio rosto, ama dar close em buatchy e manda mensagens constantes dizendo que precisa rebolar.

FACEBOOK INSTAGRAM | TWITTER