Notícias

27 jun 2019

ROTEIRO LGBT+ DO CARNAVAL 2019 EM SÃO PAULO

OS MELHORES ROLÊS PARA O PÚBLICO LGBT CURTIR O CARNAVAL 2019 NA CAPITAL PAULISTA

POR JOÃO KER

SÁBADO 02/03 

O sábado de carnaval começa com choque de monstros entre dois dos maiores blocos LGBTs da capital paulista. O MinhoQueens começa sua concentração às 14h, na Praça da República, com bastante pop e ferveção poc.

Enquanto isso, na av. Marquês de São Vicente, o Agrada Gregos dá início aos trabalhos por volta das 13h, reunindo participações de Aretuza Lovi, Karin Hills (Rouge), Lorena Simpson, Pepita, Mateus Carrilho, Adryana Ribeiro e a eterna Gretchen. May the best bloco win!

As gays mais nervosas vão se encontrar (ou se perder) na estreia do bloco da Kevin, que promete levar Lia Clark, trio elétrico e um dark room à esquina da Rua Augusta com a Martins Fontes. Confessamos que estamos curiosos de ver como funciona um dark room em pleno carnaval, mas brasileiro sempre dá um jeitinho, né non? Por lá, espere encontrar um dress code com bastante harness no peito, jockstrap na bunda e, esperamos, camisinha na pochete.

Credo, que delícia: Kevin faz sua estreia no carnaval levando o dark room pra avenida (Foto: Divulgação)

Ainda no sábado, um dos mais blocos mais queridinhos de quem curte brasilidades também faz seu cortejo na esquina da Ipiranga com a São João. Com o tema “Gente é pra brilhar”, o Tarado Ni Você faz sua tradicional homenagem a Caê a partir das 11h.

E, bem, como estamos falando de São Paulo, é claro que vai ter um rolê que contemple as fritas. O Unidos do BPM, “primeiro bloco de música eletrônica” da cidade, começa o tuntz tuntz às 15h, na Praça da Sé e, claro, já tem after garantido. Hidratem-se!

Com o tema "Gente é pra brilhar", Tarado Ni Você faz sua tradicional homenagem a Caetano Veloso no carnaval paulistano (Foto: Reprodução Instagram | @TaradoNiVoce)

DOMINGO 03/03 

Como se Gloria Groove não fosse motivo suficiente para conferir a estreia do Bloco das Gloriosas, a rainha montou um lineup cheinho de coisa boa. Sobem com ela no trio Lexa, Lia Clark, Pepita, Kaya Conky, Chloe Van Damme, Sabrina Sister, Duda Dello Russo, Sasha Zimmer, Natasha Princess, Mia BadGyal e Kika Boom. O terremoto começa a partir das 16h, na av. Ipiranga, altura da Pça da República.

Pras manas que estiverem batendo com aquela carnaval sadness, vai rolar um Bloco da Lana no Fabrique Club, a partir das 4h20 (hehehe) da tarde, que sabe-se lá deus como pretende tocar músicas de Lana Del Rey & Cia em plena folia. É pra rebolar com uma mão na cabeça e outra enxugando as lágrimas, irmãs.

Gloria Groove convoca lineup de peso pra estreia do seu Bloco da Gloriosas (Foto: Divulgação)

SEGUNDA 04/03 

Praticamente atingindo o status de “novo norvana” das LGBTs, o Love Fest deve agradar todas as tribos possíveis de LGBTs com um lineup que inclui As Bahias e a Cozinha Mineira, além da galera de rolês como Minhoqueens, Gaymada, Meu Santo é Pop e por aí vai. O encontrão, com direito a abre-alas do Mães Pela Diversidade, começa ao meio-dia na av. Tiradentes.

Praquelas que preferirem um rolê mais alternativo, o Pátio do Colégio recebe a partir das 15h o Blocu, com elenco composto por Lei DI Dai, Jup do Bairro, BADSISTA e mais.

As Bahias e a Cozinha Mineira lideram o trio do Love Fest, na segunda (Foto: Divulgação)

TERÇA 05/03 

Vai ser difícil encontrar uma maior concentração de LGBTs por metro quadrado do que na edição gratuita do Bloco da Pabllo, que deve arrastar multidões a partir das 16h. A concentração começa na av. Tiradentes, próximo ao Metrô Armênia. As outras atrações ainda não foram divulgadas, mas considerando xs convidadxs que ela terá ao longo do carnaval, espere uma tarde memorável.

Pra quem quiser fugir da muvuca, ali perto, também na av. Tiradentes, rola a partir das 15h o SP Beats, com a queridinha Mamba Negra e Metanol, Carlos Capslock e Sonido Trópico comandando o som.

Pabllo Vittar encerra o carnaval paulista com edição gratuita do seu bloco na av. Tiradentes (Foto: Divulgação)

João Ker

JOÃO KER

Mineiro de nascença e carioca de alma, João é formado em jornalismo pela UFRJ e já trabalhou para veículos como The Intercept, Canal Futura, Jornal do Brasil, Sony e Yahoo antes de realizar seu sonho com a Híbrida. Hoje, se divide entre a rotina de foca no Estadão e a revista.

SE LIGA NELE: Facebook Instagram | Twitter