Beyoncé e Jay-Z foram os homenageados do GLAAD Awards deste ano, recebendo o troféu Vanguard, que é oferecido a aliados da comunidade LGBT+ que se destacaram na mídia. “Uma das memórias mais lindas que eu teho da nossa última turnê foi olhar para a plateia e ver os caras mais gangsters curtindo ao lado das bichas mais fabulosas. Respeitando e celebrando um ao outro”, disse Queen B, em seu discurso.

Antes de receber o prêmio, que foi apresentado pelas roteiristas Janet Mock (“Pose”), Lena Waithe (“Master of None”) e outros ativistas LGBTQ, Beyoncé foi homenageada por Shangela, que apresentou um medley com seus maiores hits. Na plateia, ela e Jay-Z aplaudiram a drag queen de pé.

 

No GLAAD Awards, Shangela apresentou um medley de hits da Beyoncé e foi aplaudida de pé pela cantora (Foto: Reprodução Twitter | @GLAAD)
No GLAAD Awards, Shangela apresentou um medley de hits da Beyoncé e foi aplaudida de pé pela cantora (Foto: Reprodução Twitter | @GLAAD)

Direitos LGBTQI são direitos humanos. Quem você escolhe amar, é seu direito humano. Como você se identifica e se enxerga, é seu direito humano. Com quem você faz amor e depois arrasta aquela bunda pro Red Lobster, também é seu direito humano”, disse Beyoncé, fazendo referência a um verso de “Formation” e recebendo aplausos da plateia.

Os Cartes foram homenageados por seu trabalho de inclusão, representatividade e defesa dos direitos LGBTQs em suas obras. Jay-Z, que lançou em 2017 uma música parabenizando sua mãe, Gloria Carter, por ter se asusmido como uma mulher lésbica, agradeceu à comunidade por todo o apoio que ela recebeu após ter falado sobre o caso na música “Smile”, do álbum “4:44” (2017).

Beyoncé e Jay-Z posam com o prêmio Vanguarda do GLAAD Awards (Foto: Divulgação)
Beyoncé e Jay-Z posam com o prêmio Vanguarda do GLAAD Awards (Foto: Divulgação)

Beyoncé, por sua vez, se emocionou ao dedicar o troféu ao tio Johnny Knowles, que morreu vítima de HIV. “Ele foi o homem gay mais fabuloso que eu já conheci, e ajudou a criar eu e minha irmã. Ele viveu sua verdade, foi corajoso e destemido numa época em que esse país não era tão receptivo. Seja entre nossos fãs, nossos amigos ou nossas famílias, a comunidade LGBTQ sempre esteve aqui para nos apoiar”, afirmou.

No palco, eles ainda pediram mais inclusão de pessoas LGBTs, principalmente em famílias negras. “Nós estamos para promover o amor a todo ser humano. E a mudança começa com aqueles mais próximos a você. Então vamos dizer a essas pessoas que elas são amadas. Vamos lembrá-las que elas são lindas, vamos protestar e protegê-las. E pais, vamos amar nossos filhos da forma mais verdadeira possível”.

Outros artistas que já receberam o prêmio Vanguard do GLAAD Awards foram Mariah Carey, Britney Spears, Cher e Elizabeth Taylor.

Assista ao vídeo do discurso de Beyoncé no GLAAD Awards abaixo:

 

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Revista Híbrida (@hibridamagazine) em